Cabeleireiro foi morto por espancamento confessa autor; ele foi levado para a Central de Polícia Judiciária pela Polícia Militar e liberado

Escrito por em 01/05/2022

Agressões físicas causaram a morte cabeleireiro encontrado na manhã deste sábado na zona rural de Lençóis Paulista. A informação exclusiva do 90.1 Notícias chegou na tarde deste domingo, 1 de maio, através de um contato telefônico. O réu confesso se apresentou neste sábado na Base da Polícia Militar foi encaminhado à Central de Polícia Judiciária (CPJ) Bauru e liberado. Embora tenha confessado a agressão ainda há pontos a serem esclarecidos do caso. O autor disse que passou à tarde com a vítima tomando umas cervejas. À noite saíram para um “rolê”.  Disse que seguiram para a zona rural da cidade, onde agrediu a vítima com socos no peito, mas não para matar o amigo.

Contou que havia recebido ordem de Bauru para matar o cabeleireiro, mas não teve coragem. Questionado sobre a motivação para encomendar a morte do rapaz, não soube dizer. Apenas deixou o amigo desacordado. Pegou o carro do companheiro, um Ford Fiesta, abandonou próximo a cidade e retornou para sua casa.  Fato importante narrado pelo autor é que quando seguiram para a zona rural eram seguidos por um carro desconhecido. Contou que ficou surpreso com a morte do rapaz, já que ele não agrediu para matar. Testemunhas informaram ainda que o corpo do cabeleireiro tinha sinais de queimadura em um dos braços, que o autor nega ter sido feito por ele. “Dei socos no peito. Ele ficou desacordado e eu fugi”, disse o autor. O caso registrado na CPJ Bauru e será encaminhado para ser investigado em Lençóis Paulista.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]