Reportagem da revista Crusoé denuncia favorecimento em patrocínios da Caixa; Gusttavo Lima, Sikêra Júnior e Luciana Gimenez teriam sido beneficiados

Escrito por em 12/10/2021

A reportagem de capa da Crusoé desta semana publica novas revelações exclusivas de como a Caixa Econômica Federal se tornou generosa financiadora de apoiadores de Jair Bolsonaro. Por influência de Michelle e Flávio Bolsonaro, os setores de patrocínio e publicidade do banco “estatal” destinaram milhões a ONGs, entidades esportivas e artistas simpáticos ao presidente que ocupa o Palácio do Planalto. A lista de agraciados é eclética.

Segundo a reportagem, tem Gusttavo Lima e confederação pouco transparente; Sikêra Júnior e ONG de Ceilândia; Luciana Gimenez e rádio de igreja. Segundo a reportagem “Entre janeiro e agosto de 2021, a Caixa gastou 87,5 milhões de reais com patrocínios. Uma fatia relevante foi destinada a entidades que, nos bastidores, contaram com a ajuda de Flávio Bolsonaro. Do total de repasses deste ano, pelo menos 50 milhões de reais têm a digital do 01.”


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]