Gás de cozinha e gasolina estão mais caros desde sábado; no acumulado gasolina já subiu 62% e gás 48%

Escrito por em 11/10/2021

A gasolina e o gás de cozinha estão mais caros nas refinarias desde sábado, 9 de outubro. A Petrobras elevou o preço médio dos dois produtos em mais de 7%. O litro da gasolina vendido nas refinarias passou de R$ 2,78 para R$ 2,98. Já o quilo do gás de cozinha passou de R$ 3,60 para R$ 3,86. Assim, os 13 quilos necessários para encher um botijão custam agora na refinaria R$ 50,15, na média. Em nota, na última sexta-feira, quando anunciou o reajuste, a Petrobras informou que o preço da gasolina estava estável há 58 dias, e o GLP, que é o gás de cozinha, há 95 dias. Segundo a estatal, os reajustes refletem parte da elevação nos patamares internacionais de preços de petróleo, impactados pela oferta limitada frente ao crescimento da demanda mundial, e da taxa de câmbio, dado o fortalecimento do dólar em âmbito global.

No acumulado do ano, gasolina e gás de cozinha já acumulam alta nas refinarias de 62% e 48%, respectivamente.  Importante destacar que o preço de refinaria representa apenas parte do valor de venda desses produtos para o consumidor – o repasse do aumento depende das distribuidoras, dos postos e das políticas tributárias de cada estado. Fato é que os três itens devem pesar mais no bolso do consumidor nos próximos dias. Também vale ressaltar que a Petrobras não mexeu no preço do diesel neste sábado. O valor médio do combustível usado em caminhões já tinha sido ajustado em quase 9% no dia 28 de setembro, quando passou a sair das refinarias da Petrobras custando, em média, R$ 3,06, um aumento de R$ 0,25 em relação ao valor vigente até então.


Opnião dos Leitores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *



[Nenhuma estação de rádio na Base de dados]